O ciclismo enquanto desporto com objetivos de “fitness” e para manter a forma física acompanha o desenvolvimento das infraestruturas (número de ciclovias) e das mentalidades (mais consciência desportiva e ecológica). Descubra agora algumas dicas para fazer ciclismo para “fitness” em Portugal:

Ginásios

A bicicleta elíptica tem duas grandes vantagens: é muito segura e permite o acompanhamento direto pelo monitor do ginásio. A oferta de ginásios em Portugal é alargada e vale a pena consultar preços, condições e falar com o responsável para estabelecer um programa de treino. Contudo, para quem não dispensa o ar livre, a velocidade e mesmo a emoção de fazer 30 quilómetros em cada vez em menos tempo, o melhor é ir para a rua.

Ciclovias

Cresce o número de ecopistas e ecovias existentes em download (75)Portugal. Escolha um percurso que parta da sua cidade, com ida e volta desde a sua casa. Se vive no campo, talvez possa combinar a estrada com os caminhos rurais ou optar por vias onde o trânsito seja mais reduzido. O “site” Ciclovias é uma boa fonte para procurar pistas exclusivas para bicicletas, das quais deixamos alguns exemplos:

  • Lisboa: percursos do parque de Monsanto (42 km no total) e percursos Entrecampos-Telheiras e Belém-Cais do Sodré.
  • Porto: viaduto da Prelada (1200 metros), avenida da Boavista (1600 metros).
  • Coimbra: Vale das Flores (1000 metros).
  • Braga: Rio Este (3000 metros).
  • Algarve: Ecovia do Litoral (214 km, atravessando todo o distrito de Faro).

Estabeleça um programa de “fitness”

  • Adote um ritmo consistente, de preferência diário, sem falhas. Contudo, dê a si mesmo um dia de descanso por semana.
  • Escolha uma montanha ou ladeira para subir, cada vez mais vezes ou cada vez mais rápido.
  • Use a técnica dos intervalos: imprima um esforço rápido durante 2 minutos, abrande durante os dois minutos seguintes e assim sucessivamente.
  • Mude a sua alimentação para não deitar a perder à mesa o que ganhou sobre a bicicleta.