Algumas Dicas de Ciclismo Para os Obesos

A bicicleta pode ser uma grande amiga para quem sofre de obesidade ou já tem alguns quilos a mais e quer praticar exercício. Além do esforço e da perda de calorias, o ciclismo trará consigo menos noites de insónia e uma diminuição dos níveis de stresse. Contudo, os obesos enfrentam alguns problemas adicionais, em vários aspetos da sua vida e também sobre o selim. Pedalar não é tão fácil como jogar numa slots app, exigindo esforço e dedicação, além de que perder quilos não é meramente uma questão de sorte. Contudo, se pensar que a cada pedalada está mais perto de atingir o “jackpot” da perda de peso e de uma saúde melhor, estará mais motivado e ser-lhe-á psicologicamente mais fácil continuar o seu caminho. Confira algumas dicas de ciclismo para pessoas obesas:

O peso é o adversário, mas não é um obstáculo

Não se preocupe se não existe roupa profissional de ciclista que lhe sirva ou se não consegue manter um ritmo minimamente razoável. Lembre-se das dicas que mencionámos anteriormente e comece de forma lenta, mas sólida e sem interrupções. Vista um fato de treino ou outra indumentária desportiva mais simples. Se se propuser a fazer um roteiro maior e caso se sinta cansado a meio, pedale mais lentamente ou siga a pé durante algum tempo, mas sempre sem parar.

Compre uma bicicleta adequada ao seu tamanho

Muitos obesos, recordados da sua experiência de bicicleta em crianças, atribuem à falta de exercício físdownload (76)ico as dificuldades que sentem quando se propõem a dar umas pedaladas. Contudo, há que reconhecer que o problema poderá estar simplesmente no tamanho da bicicleta. Evite bicicletas de montanha e procure bicicletas para pessoas XXL. O mercado português ainda não oferece muitas possibilidades neste tipo de modelos, mas tem sempre a “internet” à sua disposição para procurar bicicletas para obesos em “sites” internacionais, como o eBay.

Não se deixe intimidar

Os obesos sabem, melhor que ninguém, o tipo de discriminação que enfrentam no dia a dia. É bem provável que ciclistas experimentados, ou simplesmente pessoas anónimas, achem “estranho”, em vez de considerarem perfeitamente normal, incentivarem ou simplesmente ignorarem que alguém com quilos a mais esteja a equilibrar-se em cima de uma bicicleta precisamente para combater essa questão. É necessário criar defesas mentais e psicológicas contra esse tipo de situações, não só para fazer ciclismo, mas em todos os outros aspetos da vida de quem sofre com o excesso de peso.